h1

A Primavera e as Compotas

Abril 15, 2008
A Primavera é a estação do ano que se segue ao Inverno e precede o Verão. É tipicamente associada ao reflorescimento da flora e da fauna terrestres.  A Primavera do hemisfério norte é chamada de “Primavera boreal”, e a do hemisfério sul é chamada de “Primavera austral”. A “Primavera boreal” tem início, no Hemisfério Norte, a 20 de Março e termina a 21 de Junho. A “Primavera austral” tem início, no Hemisfério Sul, a 21 de Setembro e termina a 21 de Dezembro. 
Do ponto de vista da Astronomia, a primavera do hemisfério sul inicia-se no equinócio de Setembro e termina no solstício de Dezembro. Como se constata, no dia do equinócio o dia e a noite têm a mesma duração. A cada dia que passa, o dia aumenta e a noite vai encurtando um pouco, aumentando, assim, a insolação do hemisfério respectivo. Estas divisões das estações por equinócios e solstícios poderão ser fonte de equívocos, mas deve-se levar em conta a influência dos oceanos na temperatura média das estações. Na Primavera do hemisfério sul, os oceanos meridionais ainda estão frios e vão aos poucos aquecendo, fazendo a Primavera ter temperaturas amenas ao longo da estação.  
Estas são considerações científicas sobre a Estação do Ano que amanhã começa. No entanto, também podemos fazer outro tipo de considerações, nomeadamente ao nível gastronómico, ou seja inicia a época em que  começam a aparecer as frutas mais saborosas e a possibilidade de nos presentearmos com iguarias saborosas e nutritivas que nos podem acompanhar durante grande parte do ano. Estou a referi-me às Compotas e Geleias que podemos fazer e armazenar para consumirmos ao longo do resto do ano. Também podemos começar a pensar no verão, e na nossa ” linha”, de modo a perdermos aqueles quilinhos, a mais, armazenados ao longo do resto do ano. Substituindo as as gorduras das manteigas e derivados pelas compotas, com mais vitaminas, minerais e fibras, além de menor teor energético.  
Mas deixemo-nos de teorias e passemos à prática.  Por norma, costumo utilizar quantidades standart na confecção das compotas, podendo ou não diminuir a quantidade de açucar na sua confecção dependendo do tipo de fruta e do seu estado de amadurecimento.

 Receita : 1.3 Kg de Fruta; 1   Kg de Açucar; Casca de Limão;1 Col Chá de Sal. 

Descascar a fruta e corta-la aos pedaços. Deitar o açucar e envolver. Aguardar cerca de 10 Min, de modo a que o açucar se comece a dissolver na humidade da fruta de modo a criar alguma calda no fundo do tacho.Acrescentar a casca de limão e o sal. Levar ao lume, inicialmente no minímo e só depois aumentar. O tempo de cozedura, depende do tipo de fruta. A quantidade de Pectina (a Maça e o Marmelo , são os que têm maior concentração) presente nos frutos influencia o tempo que demora a atingir o ponto (de estrada) ideal da compota. Aproveitem a época que se avizinha e divirtam-se, com os vossos filhos também,e criem, inventem, misturando dois ou mais frutos na confecção das compotas e deliciem-se durante o resto do ano. 

 

Para terminar, deixo algumas ideias: Manga/Laranja, Kiwi/banana/Laranja e muitas mais. 

Bem hajam e até à próxima

5 comentários

  1. Já tentei várias vezes e de todas ganha sempre bolor. Porquê?


  2. Caro LFM,em relação ao bolor de que fala, ele é devido ao contacto da compota com o ar, resultando daí uma oxidação e posteriomente a criação de fungos. Para resolver isso, basta após ter colocado a compota em frascos, deixe-a arrefecer, de um dia para o outro. Quando a compota está fria, deita-lhe por cima PARAFINA liquida, que pode ser adquirida em drogaria. Vende-se ao peso e é semelhante à cera das velas. Derrete-se ao lume e posteriormente deita-se sobre a compota. dexa-se arrefecer e já está ! Normalmente usando este procedimento elas aguentam-se ceraca de seis (6) Meses.

    Obrigado pela visita e espero ter ajudado.

    António Gouveia


  3. Há receitas que em vez de parafina sugerem discos de cera, mas não encontro no mercado. Onde procurar?
    Obrigada


  4. Cara Emilia Novais, em relação à questão que coloca, não lhe sei responder. No entanto, pelo que julgo entender, no seu comentário, esses discos têm um diametro definido, que pode dar-se o caso de na ser o indicado para os frascos que tem, e que não lhe resolve o problema. Ainda assim, julgo que a solução que apresentei ao LFM, ainda é a mais viável.

    Obrigado pela vista e espero ter ajudado.
    Volte sempre

    António Gouveia


  5. Esta questao do bolor preocupa-me muito porque fiz uma compota de manga com adoçante e a maior parte dos frascos tinham bolor quando foram abertos. Será por ser adoçante, uma vez que os que fiz com açucar amarelo nunca aconteceu? Essa parafina liquida nao vai criar uma pelicula em cima do doce? è que vou vendê-los, fico mesmo preocupada….



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: